8 modelos de depilação íntima, principais métodos e cuidados

Por
Atualizado em 15.03.21

A região íntima da mulher é uma área muito sensível e requer alguns cuidados. Por isso, consultamos a ginecologista Karina Tafner (CRM/SP-118066), para explicar o que fazer após a depilação íntima. Além disso, vamos apresentar os modelos de depilação mais usados para você explorar a sua criatividade. Acompanhe na matéria!

iStock

Índice do conteúdo:

Métodos para depilação íntima

Confira o passo a passo de como realizar os principais métodos de depilação e saiba quais são os principais cuidados:

Depilação íntima com cera quente

iStock

  1. Higienize a região com um sabonete íntimo, pois esse tipo de produto garante maior limpeza da área;
  2. Hidrate a área a ser depilada para evitar o surgimento de pelos encravados;
  3. É importante se atentar a temperatura da cera para não causar queimaduras na pele. Realize o teste antes de aplicá-la;
  4. Aplique uma pequena quantidade de talco na púbis para facilitar a aderência da cera;
  5. Inicie a retirada dos pelos sempre da parte externa para a interna;
  6. Aplique a cera no sentido do crescimento dos pelos;
  7. Com uma das mãos segure a pele e com a outra puxe a cera de cima para baixo no sentido contrário dos pelos;
  8. Caso tenha sobrado algum pelo, aplique uma camada mais fina de cera quente para retirá-los;
  9. Após o procedimento, aplique produtos que acalmem a pele – os mais usados são à base de aloe vera, camomila, alatopina ou bisabolol;
  10. É importante evitar o uso de hidratantes e sabonetes tradicionais perfumados após a depilação. Esses produtos podem irritar a pele. Opte por sabonetes íntimos próprios para a higiene íntima;
  11. Nunca reutilize a cera. Descarte-a, pois mesmo que seja aquecida em altas temperaturas não é suficiente para eliminar todas as bactérias;
  12. Com esse método de depilação os pelos podem levar cerca de 25 dias para crescerem.

Depilação íntima com cera fria

iStock

  1. Esfolie a pele de três a quatro dias antes da retirada dos pelos para evitar que eles encravem;
  2. Lave a área com sabonete específico para a região íntima ou use loções pré-depilatórias para evitar fungos e bactérias;
  3. Aplique a cera no sentido do crescimento dos pelos e puxe com firmeza para evitar que os pelos se quebrem;
  4. Repita todo o processo até finalizar a remoção dos pelos na área desejada;
  5. Caso tenha restado algum, aplique uma camada mais fina de cera para retirá-lo;
  6. A depilação pode ressecar e lesar a pele, portanto, aplique um creme antisséptico. O produto acalma, hidrata e protege a pele contra infecções em potencial;
  7. Após a depilação, lave a pele e aplique um hidratante específico para essa área. Isso acalma a pele recém-depilada, evita a obstrução dos poros e os folículos pilosos que causam a foliculite;
  8. Assim como a depilação com cera quente, esse método dura cerca de 25 dias para o crescimento dos pelos.

Depilação íntima a laser

iStock

  1. Antes da depilação evite se expor ao sol para não provocar manchas na pele;
  2. Os pelos devem estar aparentes para realizar a sessão de depilação. Portanto, no mínimo 3 dias antes do procedimento, não depile a região íntima;
  3. A área a ser depilada deve estar bem higienizada com sabonete neutro ou próprio para a região;
  4. Esse método dura cerca de 5 minutos e é realizado com um aparelho emissor de laser. Esse aparelho é colocado sobre os pelos e age diretamente na raiz, eliminando-a;
  5. Cada sessão deve ser realizada no período de 45 dias. Se for necessário se depilar, use lâmina ou creme depilatório. Jamais use pinça ou cera de nenhum tipo;
  6. Após realizar a sessão, use de loções calmantes na região para evitar irritações;
  7. Evite exposição direta ao sol por cerca de 1 mês e sempre use protetor solar com FPS superior a 30;
  8. Use calcinha de algodão e roupas folgadas para não friccionar a pele;
  9. A depilação a laser reduz de 74 a 84% dos pelos por um período aproximado de 18 meses. Após esse tempo, os pelos podem voltar a crescer e é necessário a manutenção com novas sessões.

Depilação íntima com fotodepilação

iStock

  1. Nos últimos 21 dias antes da fotodepilação, os pelos não podem ter sido retirados pela raiz;
  2. Evite exposição direta ao sol 15 dias antes e sempre use protetor solar com FPS superior a 30;
  3. Um dia antes do procedimento apare os pelos da região para facilitar a aplicação da fotodepilação;
  4. Não aplique cremes, óleos e outros produtos na véspera e no dia do procedimento;
  5. Nesse método, a região íntima também deve ser devidamente higienizada antes de iniciar a aplicação;
  6. O aparelho responsável por emitir Luz Intensa Pulsada (LIP) é colocado sobre a pele para destruir as células germinativas do pelo;
  7. Após a fotodepilação, não se exponha ao sol direto, por no mínimo 7 dias e, sempre use protetor solar com FPS superior a 30.
  8. O intervalo entre cada sessão é de um mês e progressivamente, as demais sessões ficam mais espaçadas de uma para a outra;
  9. A fotodepilação pode durar aproximadamente 6 meses. Após esse período é necessário retoques.

Depilação íntima com creme depilatório

iStock

  1. Primeiramente é recomendado realizar um teste conforme a orientação do fabricante para evitar alergia ao produto;
  2. O próximo passo é realizar a higiene da região íntima com água e sabonete neutro ou sabonete íntimo;
  3. Caso os pelos estejam compridos, apare com uma tesoura para facilitar a remoção;
  4. Aplique na região uma quantidade suficiente de creme para cobrir a raiz, mas tome cuidado para não aplicar em áreas sensíveis, como os pequenos lábios e a mucosa vaginal;
  5. Aguarde o creme depilatório agir conforme o tempo indicado na embalagem do produto;
  6. E, seguida, enxágue com água morna e com o auxílio de um chumaço de algodão, passe delicadamente na pele sem pressionar para retirar todo resíduo;
  7. Por fim, para evitar possíveis irritações, hidrate a região com cremes à base de aloe vera ou loção pós-depilatória;
  8. Esse método de depilação dura pouco tempo, cerca de 3 a 7 dias. Logo os pelos voltam a crescer.

Depilação íntima com lâmina

iStock

  1. Se os pelos estiverem muito grandes, apare com uma tesoura;
  2. Opte por depilar-se no banho com água morna. Dessa forma, os poros ficarão dilatados e ficará mais fácil retirar os pelos;
  3. Lave bem a região externa com sabonete íntimo ou neutro;
  4. Aplique creme de barbear ou produto específico para a região – esses produtos facilitam a remoção dos pelos, evitam lesões e o ressecamento da pele;
  5. Passe a lâmina delicadamente no sentido em que os pelos crescem;
  6. Lave a lâmina toda vez que passar na pele e tenha muito cuidado para evitar cortes;
  7. Após finalizar, hidrate a região íntima com hidratante formulado com substâncias calmantes;
  8. Não use a mesma lâmina por mais de três vezes, pois, além de enferrujar, pode causar lesões na pele e contaminação do produto;
  9. A duração desse método é de 1 a 7 dias, dependendo do crescimento do pelo de cada pessoa.

Em todos os métodos de depilação íntima é indicado preparar a pele antes. Portanto, use um esfoliante suave e massageie a pele da região de dois a três dias antes de realizá-la.

Modelos de depilação íntima

Selecionamos os modelos mais populares de depilação para você inovar na sua beleza íntima. Confira:

oibonita

  1. Virilha total: retira-se completamente os pelos da região íntima, deixando-a totalmente lisa;
  2. Virilha cavada: remove-se parcialmente os pelos, deixando uma faixa central na região pubiana. Esse tipo de depilação é ideal para o uso de biquínis;
  3. Virilha simples: retira-se apenas os pelos que ficam para fora da lingerie;
  4. Bigodinho de Hitler: retira-se os pelos das laterais deixando apenas uma faixa bem estreita de pelos na região central da púbis;
  5. Moicano: esse modelo é parecido com a depilação bigodinho de Hitler, mas a faixa de pelos deixada na púbis é um pouco mais larga;
  6. Triângulo das bermudas: a depilação é feita em forma de um triângulo bem delineado que cobre quase toda a região íntima;
  7. Depilação artística: retira-se todo o excesso de pelo envolta do molde escolhido. Pode ser moldado com desenhos ou a inicial do nome do(a) parceiro(a);
  8. Ânus: também considerado depilação íntima, remove-se todo o pelo da região lateral do ânus e cóccix.

Já sabe qual o modelo usar na próxima depilação? Então, confira orientações da ginecologista sobre o que fazer após o procedimento.

O que fazer depois da depilação

A ginecologista orienta que “após a depilação deve-se esperar de 24-48 horas para ter relações sexuais, pois o atrito causado pelo sexo pode causar irritação no local. Além disso, a área contém muitos poros abertos que predispõem à infecção por bactérias nocivas.” Outra recomendação é evitar o uso de roupas apertadas. Assim, os pelos crescem adequadamente, evitando o risco de foliculite.

Após a depilação íntima, é importante hidratar a região íntima duas vezes ao dia para aliviar qualquer vermelhidão ou inflamação. Aproveite e saiba mais sobre a depilação com cera, seus benefícios e malefícios.