Depilação com cera: 5 benefícios e malefícios desse método

Escrito por Erika Balbino

A depilação com cera é um dos métodos mais usados para remover os tão indesejáveis pelos, mas será que este procedimento pode causar algum dano à sua pele ou se trata de um método que só oferece benefícios? É o que vamos esclarecer agora com a ajuda de uma dermatologista, confira!

iStock

Benefícios da depilação com cera

Consultamos a dermatologista Dra. Liliane Nascimento (CRM-SP 139086) para tirar dúvidas. Acompanhe:

  • Retira o pelo pela raiz: o principal benefício da depilação com cera é o fato de arrancar o pelo desde a raiz, não sendo necessário refazer a depilação em um curto espaço de tempo;
  • Foliculite: a Dra Liliane nos informou que “a depilação com cera tem menos riscos de causar foliculite (bolinhas na pele) do que a depilação com lâmina, por exemplo”;
  • Retarda o crescimento: justamente por retirar o pelo desde a raiz, os pelos demoram cerca de duas semanas para voltarem a crescer;
  • Pelos mais finos: como é retirado desde a raiz, os pelos tendem a nascer mais finos;
  • Pele mais lisa: não deixa a pele áspera como a depilação com lâmina, por exemplo, pois este procedimento só corta os pelos pela metade.

Este método oferece muitos benefícios, principalmente para a mulher moderna que normalmente não tem tempo de se depilar com tanta frequência.

Malefícios da depilação com cera

Como a maioria dos procedimentos estéticos, a depilação com cera também tem alguns pontos negativos que precisam de atenção. Confira:

  • Sensibilidade: “devido a tração feita para realizar a depilação com cera, pode haver sensibilidade da pele pelo trauma e com riscos de manchar a pele”, informou a dermatologista;
  • Alergia ou irritação: a Dra. Liliane também destaca que “pode ocorrer alergia ou irritação na pele pelo contato da cera e até mesmo queimadura pela temperatura quente”;
  • Foliculite: apesar da depilação com cera reduzir os riscos de foliculite, pode ocorrer irritação na pele em alguns casos. “Mesmo com a cera pode causar foliculite, o ideal seria realizar a depilação a laser”, orienta a Dra Liliane;
  • Dor: a intensidade varia de pessoa para pessoa e normalmente quem faz o uso frequente deste método, tende a ter menos dor, devido ao enfraquecimento dos pelos;
  • Escurecimento da pele: “quando a cera é puxada ocorre um trauma pela tração, então, pode ocorrer irritações ou queimaduras na pele (hipercromia pós-inflamatória). As axilas e virilha são regiões do corpo que possuem a pele mais fina, sensível e com mais tendência às manchas”, alerta a dermatologista.

Agora que você já tirou as suas dúvidas sobre a depilação com cera, saiba como fazê-la também no aconchego do seu lar. Veja o passo a passo!

Como fazer depilação com cera

Oibonita

  1. Higienize bem a região a ser depilada;
  2. Passe a cera com roll-on ou com espátula na direção de crescimento do pelo;
  3. Aplique a folha para depilação e puxe rapidamente na direção contrária;
  4. Após finalizar, verifique se todos os pelos foram retirados;
  5. Caso sobre algum, retire com a pinça, pois aplicar a cera várias vezes na mesma região pode causar irritação na pele;
  6. Após realizar o procedimento, é indicado passar um gel à base de substâncias calmantes para hidratar a pele e aliviar os sintomas de ardência.

O ideal é realizar a depilação com uma esteticista profissional, mas se você não tem tempo, pode optar por fazer sozinha. Contudo, é importante seguir alguns cuidados para não prejudicar a sua pele.

Cera quente x cera fria x cera morna

Há muitas dúvidas sobre qual a temperatura ideal para a depilação com cera, pois cada uma tem a sua característica. A dermatologista Liliane explicou a diferença entre elas. Confira!

Cera quente

A Dra Liliane nos explicou que “a cera quente permeia os pelos, abre os poros e consegue arrancá-los com mais eficácia, sendo menos dolorida que a depilação com cera fria e com efeito mais duradouro. É indicada para pessoas de pele clara, sem tendência às manchas. Contudo, por ser quente, pode ocasionar queimaduras na pele.”

Cera fria

Uma das mais usadas na depilação, “a cera fria é aplicada em temperatura ambiente e age como uma fita adesiva, colando nos pelos e arrancando-lhes mais superficialmente. É mais indicada para pessoas de pele sensível, pele morena e com tendência às manchas. Dói mais e pode causar mais irritação”, informou a dermatologista.

Cera morna

Já a cera morna, “é produzida com ingredientes naturais, feita a base de cera de abelhas. É aplicada em uma temperatura mais confortável para a pele e com mais eficácia. É menos dolorida que a cera fria e com menos tendência às manchas do que a cera quente”, orienta Liliane.

É aconselhável conhecer os tipos de cera que seja mais cômoda e para obter ótimos resultados.

7 dicas para fazer depilação com cera

iStock

Confira 7 dicas valiosas para realizar o procedimento de forma mais segura e eficaz. Veja só:

1. Higienize a pele

É necessário higienizar bem a pele antes de iniciar a depilação com cera. Este processo evita contaminação bacteriana e infecções de áreas mais vulneráveis do corpo, como a pelvis, por exemplo.

2. Faça esfoliação

Dois dias antes de realizar a depilação, é indicado fazer uma esfoliação para remover as células mortas da camada córnea da pele. Assim, evita a proliferação de bactérias e fungos.

3. Evite exposição ao sol

Evite tomar sol 48 horas antes e depois da depilação para evitar vermelhidão, queimaduras e o aparecimento de manchas na pele.

4. Escolha um produto de qualidade

Escolher uma boa cera depilatória é fundamental para obter sucesso no procedimento. Há diversas marcas disponíveis no mercado, então, priorize produtos de qualidade e atente-se as informações do rótulo da embalagem.

5. Puxe a cera no sentido correto

É necessário puxar a folha depilatória no sentido contrário ao crescimento dos pelos. Assim, os pelos são retirados a partir da raiz e em sua totalidade.

6. Passe protetor solar

Após o processo depilatório, a pele costuma ficar mais sensível e vulnerável às radiações solares. O que pode causar alergias e irritações na pele, portanto, é essencial protegê-la com protetor solar.

7. Use produtos pós-depilatório

Produtos à base de substâncias calmantes ajudam a acalmar a pele após o procedimento. Normalmente, são produtos em gel ou cremes hidratantes que possuem em sua composição: camomila, aloe vera ou extrato de calêndula. Estes componentes ajudam a aliviar o vermelhidão e refrescar a pele.

Além da depilação com cera, hoje em dia, existem outros métodos para eliminar os pelos. Conheça também a depilação com linha, uma técnica totalmente natural que não agride a pele.